NOTÍCIAS

Data de publicação: Quarta-Feira, 28 de Fevereiro de 2018

Nota em repúdio ao Editorial do Estado de São Paulo

A Conatec vem a público externar perplexidade e repúdio ao editorial divulgado pelo Estado de São Paulo, nesta quarta-feira (28), relativo à atuação dos sindicatos brasileiros. No texto em questão, intitulado “Sindicatos contra o Trabalhador” o veículo de comunicação acusa as entidades de agirem contra o trabalhador e a desrespeitarem a legislação em vigor.

O editorial, de forma falaciosa, leva o leitor a ter uma compreensão deturpada do atual cenário e da atuação dos sindicatos, que têm agido unicamente de acordo com os dispositivos legais e lutando para continuar mantendo uma representação sindical sólida, para defender os interesses de toda categoria.

Sem dúvida, não é do interesse do trabalhador perder qualquer amparo institucional diante da reforma trabalhista e, muito menos, ficar a mercê apenas da sensibilidade dos seus patrões diante das causas trabalhista. São os sindicatos que lutam por acordos coletivos justos e por aumentos salariais condizentes. Seria do interesse do trabalhador perder isso?

A inexistência dos sindicatos não beneficia a categoria e interessa apenas aos empresários, pois sem as entidades eles terão mais poder de manobra para lucrarem em cima de quem mais precisa de proteção – os trabalhadores brasileiros.

O editorial do Estado de São Paulo também mascara os inúmeros prejuízos que a nova legislação trouxe aos trabalhadores, como a terceirização, o trabalho intermitente, a pejotização e outros pontos que, sem dúvida, irão colocar o trabalhador à margem dos direitos mais básicos, desrespeitando, inclusive, a Constituição.

Os sindicatos brasileiros têm agido para garantirem a continuidade das suas representações, para garantirem os direitos dos trabalhadores e para atuarem contra o desmonte arquitetado pelo governo. Por isso, o editorial do periódico apenas evidencia a mando de quem o Jornal Estado de São Paulo está agindo – e com certeza não foi da classe trabalhadora.

Paulo Ferrari
Presidente da Conatec